Não despreze os pequenos começos.

18 de junho de 2009 — 6 Comentários

Todos nós admiramos as grandes coisas. Grandes pessoas, grandes monumentos, grandes ministérios… Tudo o que é grandioso nos fascina e admira. Até temos um “jargão evangélico” na ponta da língua que diz que “tudo que Deus faz é grande, porque ele é grande”. De fato, isto é uma realidade.


Entretanto, devemos compreender que nem sempre as obras grandiosas do Senhor começam do tamanho que as vemos.


O Deus da grande árvore é o mesmo Deus da pequenina semente. Aquele que gerou o grande homem é o mesmo que criou o embrião. Os grandes rios, têm ínfimas nascentes e, no entanto, tornam-se caudalosos no seu curso final.


Praticamente tudo que é grande, começou pequeno.


A palavra de Deus diz que:”porquanto o que de Deus se pode conhecer é manifesto entre nós…Porque os atributos invisíveis de Deus, assim o seu eterno poder, como também a sua própria divindade, claramente se reconhecem, desde o princípio do mundo, sendo percebidos por meio das coisas que foram criadas.” (Romanos 1.19-20)


A natureza nos revela Deus e seu caráter, e podemos extrair dela, princípios espirituais que nos esclarecerão a verdade sobre a nossa vida.


Uma dessas verdades é que a ordem natural das coisas, é que elas comecem pequenas e se desenvolvem de modo que se tornem grandes e fortes! Desde que o Espírito me falou sobre isso, costumo chamar de “princípio dos pequenos começos”.


“Pois quem despreza o dia dos humildes começos, esse alegrar-se-á vendo o prumo na mão de Zorobabel.” (Zacarias 4.10)


A Bíblia diz que não devemos desprezar os pequenos começos! Na verdade, nesta passagem Deus fala por meio do profeta, que aquele que despreza o dia dos pequenos começos, não tem idéia do que eles podem resultar! Zorobabel estava construindo uma casa e o povo estava vendo apenas os alicerces, mas o Senhor via o edifício pronto, terminado e por isso dizia: “eles se alegrarão quando virem o que eu estou vendo!”. Aleluia, Deus é um visionário!


Muitos de nós estamos desprezando o poder que há nos pequenos começos, mas não há nenhuma edificação que possa ser erguida sem alicerces. Não há nenhuma planta que não tenha sido uma semente. Nem nenhum homem que não tenha sido um embrião…


Toda edificação acaba sendo um amontoado de coisas que vão sendo acrescentadas ao seu “esqueleto”, pouco a pouco. O homem, é “apenas” a união de duas pequeninas células que se unem e se multiplicam quando alimentadas pelo útero materno. Assim também, a semente carrega o “poder” de se tornar uma árvore, e só precisa ser regada com água e receber a influência da luz para crescer e se tornar uma frondosa árvore.


Assim também é a nossa vida espiritual. Nascemos de novo e recebemos, dentro de nós, o potencial para sermos grandes, imensos na verdade. Deus nos vê grandes, assim como nosso ministério e tudo quanto nos propomos a fazer. Só que precisamos compreender a nossa parte nesse processo e desenvolver aquilo que ele já nos deu, acrescentando o “material” certo, na ordem correta, sem pular etapas.


Não podemos ficar enganados de que, ao pular etapas, não haverá prejuízo, isso é um engano. Já pensou, se você fosse um empresário, com uma pequena loja e te dessem uma rede de supermercados para administrar? Seria quase impossível fazê-lo, pois você não possuiria a estrutura necessária para tal. Você provavelmente não saberia nem por onde começar!


No entanto, quando nos desenvolvendo pouco a pouco, vamos sendo acrescentados e edificados, vencendo cada dificuldade e sendo fortalecidos para a próxima. Glória a Deus por isso!


Todo o agir do Pai é cheio de sabedoria, e ele nos criou para progredirmos de glória em glória, cada dia um pouco mais. Só assim também valorizamos o que temos. Quando usarmos o que já possuímos, honrando a confiança que ele depositou em nós, ele nos acrescentará  e nos tornaremos cada dia maiores e mais fortes, pois grandes são os planos de Deus e nós somos um deles!


Não despreze o pouco que Deus está confiando em suas mãos neste momento. Existe poder aí pra gerar algo grandioso, você só precisa desenvolver isso, seguindo a ordem correta, guiado pelo Espírito com perseverança, pois muitos se alegrarão quando, tendo desprezado o seu “pequeno começo” virem a grande obra que Deus está fazendo.


(Provérbios 4.18) – Mas a vereda dos justos é como a luz da aurora, que vai brilhando mais e mais até ser dia perfeito.


Luciana Honorata

About these ads

6 responses to Não despreze os pequenos começos.

  1. 

    Esses dizeres me fizeram ter forças e seguir adiante em momentos de desanimo!!

  2. 

    Adorei!
    Era tudo o que precisava ler neste exato momento,Glória a Deus pela sua vida!

  3. 

    Olá, Lu, que benção o seu blog, e esta palavra sobre pequenos começos é isto que estou vivendo e preciso valoriza-los.

  4. 

    Bom dia Luciana que doces palavras essas suas, muito de Deus, falou comigo, você nem imagina o quanto! Deus te abençoe

  5. 

    Parabéns,,,, Deus falou muito através deste texto… Deus abençoe grandemente..

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s