Arquivos para frustração

A Dor Cega

30 de junho de 2013 — 6 Comentários


tempestade00

Minha mãe tinha uma unha encravada no dedão do pé. Dessas que ficam feias, horrorosas, e que tinha todo o agravo que uma unha encravada que se preze pode ter – vermelhidão, inchaço, secreção e etc. A coisa tava bem séria.

Isso foi há muito tempo. Na época, meu irmão mais novo tinha por volta de cinco anos e era um pimentinha. Lembro dele estar “travessurando” pra lá e pra cá, quando veio correndo em direção a ela para pedir alguma coisa e, descuidadamente, pisou em cheio justamente na… adivinha! Continue lendo…

Anúncios

Almas Velhas

12 de outubro de 2011 — 17 Comentários

Quando eu era adolescente, minha mãe sempre dizia que quando somos bem jovens, pensamos ser eternos. Ela não era cristã na época, e falava sob uma perspectiva meramente natural, tentando explicar que nessa fase da vida nos comportamos como se não somente a morte, mas o envelhecimento fosse uma realidade distante, quase utópica para nós.

Eu realmente vasculhava na minha mente algum indício de expectação da morte, algum temor da fadiga, e de fato não encontrava nada. Eu sequer me imaginava com mais de 25 anos, e duvidava secretamente de que um dia teria aquela lucidez da qual ela falava. Continue lendo…

É o nome de um filme, mas bem que podia ser uma pregação, afinal, ainda que em ordem imprópria, pelo menos o título fala sobre ser suprido em três áreas: física, espiritual e emocional.

Estas são necessidades básicas de cada um de nós: todo mundo precisa de alimento natural; todo mundo precisa de comunhão com Deus; todo mundo precisa de relacionamentos. Somos seres espirituais, que possuem uma alma e habitam num corpo, e embora a protagonista da história não tenha tido a bem-aventurança de encontrar Jesus e descobrir o lugar de cada coisa em sua própria vida, nós temos a chance todos os dias de reajustar as nossas. Continue lendo…

Só Para Meninas

4 de dezembro de 2010 — Deixe um comentário

Oi, gente! Estou inaugurando uma seção no blog só para meninas! Nada contra os rapazes, ok? Mas nesses dias estava meditando sobre como o Senhor me libertou como mulher em áreas nas quais vejo tantas e tantas meninas sofrendo, que decidi também usar este espaço para abençoar outras garotas naquilo em que Deus me alcançou.

Sempre resisti a escrever ou pregar para mulheres, e não sei explicar bem o porquê disso, mas acredito que seja pelo fato de ter ouvido inúmeras ministrações desequilibradas e discriminatórias sobre nós, ou mesmo porque, para mim, ministério feminino era sinônimo de mulheres chorosas reunidas para orar por um marido – ou para consertarem o que têm. No entanto, como em muitos outros casos, eu estava errada, e Deus tem transformado e ampliado a minha visão sobre este tema, e derramado graça sobre a minha vida para ministrar dentro dele. Continue lendo…

Mulher que se preza

26 de novembro de 2010 — 2 Comentários

Mulher que se preza, é mulher que se ama.  Esta assertiva não saiu do meu coração por dias a fio, numa espécie de lembrança recorrente, como aqueles conselhos de mãe que nos acompanham por toda a vida, mas que me foi dado pelo Espírito de Deus.

Tenho compreendido o valor do respeito a si mesma, às próprias limitações, às nossas peculiaridades, à maneira que o Senhor nos criou. Num mundo dividido entre o desprezo ao sexo frágil e o feminismo exacerbado, há certa dificuldade de nos vermos sob a ótica da Palavra de Deus.

É difícil, no fim das contas, equilibrarmos o nosso ego e encararmos as nossas qualidades com a modéstia de quem as reconhece como dons, enquanto aceitamos as nossas limitações com a consciência de quem sabe que não foi chamado para tal tarefa.

São muitas vozes, ora subestimando o nosso potencial, ora injetando revolta e soberba nos nossos corações, pervertendo a criação de Deus, chamando-nos a ocupar uma “poltrona” que não nos cabe, e o resultado de tudo isso é a frustração! Continue lendo…